CAMPEÃO NACIONAL de Arlequim Português

Espaço dedicado ao Canário Arlequim Português, desde as nossas Criações, ás Exposições e ao Futuro desta jovem Raça.

Telemóvel: 968 094 048 / e-mail: goncaloferreira.canarios@gmail.com

março 27, 2011

Semente de Perila


"É uma semente atualmente muito utilizada na Europa para alimentação de pássaros.

As Sementes são arredondadas, grandes como as sementes de nabo e colza (2 a 3 mm), são de cor variável indo do cinza ao negro passando pelo marrom avermelhado.

Sementes ricas em proteínas e, particularmente, de um óleo aromático usado pelas populações asiáticas (China, Himalaia, Japão, Rússia etc.) como óleo comestível.

Estas sementes são agradáveis aos pássaros e, além do valor nutritivo, tem demonstrado conferir uma ótima saúde e bom funcionamento do aparelho digestivo (intestino, em particular).

Provas experimentais em várias espécies de pintassilgo e de outros fringilídeos, com abdome inchado, avermelhado e com diarréia, em torno de 6 a 10 dias de administração contínua, a saúde foi completamente restabelecida.

Sendo sementes ricas em óleo, devem ser administradas normalmente não mais que três vezes por semana (meia colher de café p/cada pássaro).

Por 6 a 10 dias consecutivos para pássaros recém capturados, para aqueles debilitados, com abdome inflamado, diarréia, debilitados por tratamentos com antibióticos e quimioterápicos.

O óleo confere brilho e elasticidade às penas e provavelmente contém substâncias (a serem individualizadas através de análises laboratoriais) que permitem revigorar, recuperar a saúde e tem também capacidade nutritiva notável.

A perila (que apresenta também a vitamina F) é uma planta oleífera cultivada nos países asiáticos seja com a finalidade alimentar, seja com fins decorativos: de fato, algumas variedades de perila (Perilla frutencens ocymoides, P.f. mankinensis etc) apresentam bonitas folhas coloridas e manchadas de marron-violeta, predominantemente escuro, que dá destaque a outras cores de outras espécies de plantas ornamentais nos jardins.

As sementes de Perilla frutensis são, assim, recomendadas para a alimentação de todos os pássaros granívoros, durante todo o ano, particularmente durante o período de criação dos filhotes no desmame e no período de muda.

Composição química das sementes de perila (segundo Prof. Church):

Água: 5,3% - Proteína 22,6% - Estrat. Nitrogenados 10,6% - Lipídeos 43,2% - Fibras 14% - Cinzas (inclusive cascas) 4,3% - Extrato não azotado 10,6%.

As sementes de perila podem ser misturadas (5 a 10%) na normal mistura de sementes. Porém devido a elevada apeticibilidade e aos preços (atualmente R$ 10,00 o quilo), é aconselhável uma administração em um recipiente à parte, com as seguintes modalidades:

a) Período de repouso (do término da muda ao início da preparação para o acasalamento); meia colher de café por pássaro, três vezes por semana (duas vezes para os pássaros que tendem engordar);

b) Período da muda: nas doses para os pássaros indicados no item “A” , em dias alternados (um sim, outro não). No período “Central” da muda, quando o organismo das aves se acha no máximo esforço de renovação de plumagem, pode-se praticar uma administração diária, por 8 a 10 dias consecutivos, com a advertência de colocar as aves mais predispostas em voadeiras amplas pouco aglomerados. O alto percentual protéico e do óleo perfeitamente digerível permitem uma veloz replumagem, com penas fortes e reluzentes, Além disso, conferem uma boa funcionalidade do aparelho digestivo, prevenindo muitas disfunções intestinais, que freqüentemente se acentuam durante o delicado período da muda.

Esta semente tem sobretudo o interesse de se procurar para os pássaros. um alimento novo, bastante tenro e provavelmente dum gosto agradável."

Fonte: Júlio César Garcia

Sem comentários:

CAMPEÃO NACIONAL de Arlequim Português

Telm: 968 094 048 / e-mail: goncaloferreira.canarios@gmail.com

Últimas dos Bloggers

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...